Você errou três perguntas

Tentar novamente
A cada resposta certa você terá direito a uma peça para montá-lo

Começar agora
1.Que ano o Campanário começou a ser erguido?
2016
2015
2013
2.A obra do Campanário do Santuário Nacional é em comemoração:
Ao descobrimento do Brasil.
Ao Jubileu dos 300 anos de encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida.
Ao dia das crianças.
3.A obra do Campanário do Santuário Nacional é
Pequena e silenciosa
Grandiosa e inovadora
Miúda e simples
4.Os sinos são dedicados aos:
Padres
Reis
Apóstolos
5.Quantos sinos terá o Campanário do Santuário Nacional?
10
12
13
6.Os sinos do Campanário atravessaram o oceano Atlântico. Vieram de longe. De que país vieram os sinos?
Holanda
Itália
França
7.Os sinos, quando tocarem a primeira vez será anunciando:
O nascimento de Cristo
O aniversário do Papa Francisco
O Ano Jubilar
8.Quem são os homenageados dos sinos?
Padres, Freiras e a Campanha dos Devotos
Bispos, cardeais e a Campanha dos Devotos
TV e Rádio Aparecida, Portal A12 e a Campanha dos Devotos
9.O que o formato do Campanário do Santuário lembra?
Mãos postas em oração
A torre Brasília
Uma cruz
10. A quem é dedicado o sino em que a Campanha dos Devotos é homenageada?
Santo Afonso de Maria Ligório
São José e Nossa Senhora
Santo Antônio de Sant’Anna Galvão
A obra do campanário será inaugurado em dezembro de 2016. A construção faz parte dos preparativos para a festa dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida.
O Santuário Nacional de Aparecida promove o Jubileu “300 anos de devoção”, com uma programação devocional e obras de fé para a celebração do tricentenário. Aparecida abriga o maior Santuário de peregrinação mariana do mundo, com a visitação anual de mais de 12 milhões de peregrinos.
Com o peso total de 284,74 toneladas, a estrutura de metal e concreto sustentará os 13 sinos verticalmente. O primeiro e maior sino ficará a 8 metros da base e pesará 2.500 kg. Já o último sino, o menor, ficará a 30 metros da base e pesará 162 kg.
É tradição da Igreja dar nomes e batizar os sinos. Os sinos do campanário são dedicados aos Apóstolos, que são propagadores da mensagem de Jesus.
O bronze do sino é considerado a voz de Deus, pois ele toca no coração e no ser de cada um. Esta tradição veio do Judaímos, nossa origem cristã, quando os sacerdotes andavam e os pedaços de bronze que havia nas franjas ressoavam sons e as pessoas consideravam que era a voz do próprio Deus.
Os sinos do Campanário da Basílica de Aparecida foram fabricados na Holanda e chegaram ao Brasil, via navio, no dia 18 de novembro de 2015. E, no dia 8 de dezembro do mesmo ano, eles foram abençoados aqui no Santuário de Aparecida.
funcionarão de duas formas: através de toques comuns ou reproduções musicais personalizadas pelo Santuário, através de teclado próprio para esta função. Com isso, os sinos poderão compor a sinfonia de uma orquestra.
Cada sino do Campanário homenageia os cardeais, arcebispos e bispos que têm ligação com a história do encontro da Imagem, da chegada dos Missionários Redentoristas a Aparecida e da construção do Santuário Nacional.
Na História da Igreja, os sinos sempre foram utilizados para anunciar as celebrações, o tempo, e os momentos marcantes das comunidades cristãs.
O 13º sino, maior que os demais, é dedicado à Virgem de Aparecida e a São José, e homenageia a Família Campanha dos Devotos.